terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Desiludido

Desiludido comigo
Desludido principalmente comigo
Nos lançamos de corpo e alma
Nos mandamos de cabeça
Nos regemos pelo coração
Deixamos de pensar e avançamos
Sem medos nem temores
Porque o chamamento é forte
Tão forte que nem olhamos para traz
O caminho é em frente
Em busca da felicidade
Em busca do amor
Em busca da vida
Tentamos e queremos viver
Tem momentos em que conseguimos
Tem alturas em que não
Pouco importa desde que se sinta
Sentimos que nada mais importa
Vivemos como que num sonho
Sonho sonho e vivo ao sabor do coração
Acaba o sonho
Chora coração
Mas pelo menos vivemos
Resta que a desilusão

8 comentários:

Nely disse...

Aguenta coração...como diz a musica.
A desilusão age muitas vezes como um veneno lento que nos vai destruindo pouco a pouco e éla está presente diáriamente nas nossas vidas de uma forma mais suave ou mais violenta de acordo com o tipo.
A desilusão tipo A, de Amor é sem dúvida a mais prejudicial e a mais dificil de ultrapassar, mas como em tudo na vida a nossa força interior pode operar milagres.
Reagir a tempo de ela não se apoderar totalmente de nós, não a deixar ocupar um lugar de destaque nas nossas emoções é uma boa forma de "correr" com ela das nossas vidas, porque não nos iludamos: já todos fomos desiludidos e já todos provocámos desilusões.
Não há vacina, faz parte da vida, do crescimento interior.
Por cada desilusão ...uma nova ilusão, para nos manter vivos e com o coração a bater acelerado.
Que a encontres e sintas que valeu a pena o percurso.
Beijo.

Crys disse...

Não poderia deixar de comentar tambem este poema porque leio uma nota mais positiva, um animo maior, um sonho, um coração disposto a arriscar apesar da desilusão.
A desilusão quer dizer que houve uma tentativa para alcançar o amor, que se tentou alcançar o paraíso...mesmo que nem se tenha chegado lá perto.
E sem duvida que melhor é uma desilusão que deixar de viver a vida no seu todo.
O coração pode parecer despedaçado mas vai recuperar quando partir no encalçe da felecidade...de novo.
Bom é não desistir...nunca.
Voltarei e decerto não me vou...desiludir.
Um beijo e abra os braços....

MMAF disse...

Mais uma vez um belissimo video clip, não é possivel ignorar.

O coração por vezes parte sem controle atrás do sonho, da ilusão, procurando emoção, algo novo que o faça bater desordenado, motivações, magia, e isso é bom, tudo fica mais bonito mais intenso, o sangue corre mais rápido, dizemos e fazemos loucuras...
Se acaba mal teremos de o tratar, às vezes um penso-rápido chega, senão deixemos que alguém venha tratar das feridas...
Mas não desistas, porque desistir é renunciar ao que nos faz viver...o AMOR.
Um beijo.

Carminho disse...

O caminho é mesmo em frente sem mêdo e sem olhar para trás.
O passado passou...não interessa mais.
Hoje é importante e amanhã...
Amores passados são doces ou amargas recordações, mas apenas isso.
Olhos e coração devem estar postos no horizonte, no que está e no que virá...só assim poderemos celebrar o amor.
O caminho da felecidade não é fácil, mas é um caminho e este faz-se caminhando (onde já ouvi isto).
Dê os seus próprios passos, não fique há espera.
Chegará lá...com toda a certeza.
Força.

Layne disse...

VIM CONHECER AQUI TB! SEUS POEMAS SÃO MARAVILHOSOS E AS FOTOS SÃO LINDAS!!!PARABÉNS!!! ABRAÇOS E FIQUE COM DEUS!!!

traços de um homem disse...

Belissimo poema.Parabens.
abraços

Pelos caminhos da vida. disse...

Bom dia.

Belo poema.

beijooo.

Mariz disse...

Salvé!
Deixo apenas um slogan que me tem servido de proveito na minha caminhada:
"PÁRE, ESCUTE E OLHE. UM COMBÓIO PODE ESCONDER OUTRO".

Deixo um gesto sereno
Sempre...
Mariz

DEIXEI DE FAZER ANOS, VOU VIVER DIA A DIA

Dias que já vivi Dias que irei viver?
Todas as fotos que ilustram os meus poemas são de minha autoria, para assim tornar tudo o que dele faz parte mais meu.